Olá churrasqueiros cheios de Stilo, todos sabem que na hora de assar a atenção é voltada para a carne como uma espécie de contagem regressiva para servi-la. E o assador tem a importante incumbência de preparar um fogo para não deixar os convidados frustrados com qualquer atraso, falta de qualidade do churrasco ou contratempo no cronograma.

Separamos dicas para tornar a tarefa mais fácil e prática, afinal uma boa carne começa com um bom fogo.

 

O Carvão

Escolha carvão pela qualidade e não pelo preço, com certeza o rendimento irá torna-lo mais em conta. Ele não pode ter nenhum tipo de umidade (se engana quem acha que ele “secará” com o fogo). Analise o tipo de carne, estilo que será assada (grelha, espeto, no papel alumínio e etc) e a quantidade de pessoas, que em média para cada 10 carnívoros são necessários 05 kg de carvão.

Importante que as menores pedras de carvão fiquem sobre as maiores.

 

O Fogo

Essa é o momento mais místico onde todas as técnicas dos antepassados são colocadas à prova. Dê uma olhada abaixo e tire a conclusão do que é mais prático

  • Álcool – Com certeza é a mais popular, porém umas das mais perigosas pelo poder comburente da substância. Espalhe uniformemente, deixe a garrafa de álcool em uma distância segura e acenda com um pedaço de papel. De modo geral espere a queima inicial acontecer para que a fumaça diminua (ela interfere no gosto da carne) e nunca se esqueça que um bom churrasco tem um braseiro queimando 30 minutos antes de começar a assar.

 

  • Pãozinho – Semelhante à do álcool, encharque um pedaço de pão e coloque-o no centro da churrasqueira. Envolva com pedaços maiores de carvão e os menores e mais compridos por cima. Ela é mais segura que a técnica anterior, porém cuidado! Não deixe os convidados sem pãozinho por utiliza-los todo no fogo…

 

  • Vulcão – Você precisará de uma garrafa de cerveja que será enrolada em papel formando uma espécie de canudo. Posicione no centro da churrasqueira e retire a garrafa. Dentro do canudo e ao redor coloque o carvão. Para finalizar pode utilizar álcool ou óleo de cozinha.

 

  • Guardanapo e Óleo – Bastante comum e mais seguro, Utilize pequenas buchas de guardanapo embebedada com óleo de cozinha. Faça isso em pontos isolados da churrasqueira.

 

A Brasa

Em todas as técnicas deixe o carvão virar brasa para diminuir substancialmente a fumaça e tenha certeza que o braseiro está espalhado. Caso ocorram labaredas de fogo quando a carne estiver assando, não utilize agua para diminuir porque além da temperatura ficar inconstante são liberadas partículas de fuligem branca que grudam na carne.

Dica importante!! Guarde as cinzas do churrasco anterior, caso o fogo fuja do controle levante sua grelha (elevação manual ou automática) e jogue as cinzas. Ela ajudará no domínio da situação não comprometendo o ponto e o gosto da carne.

As churrasqueiras mais incríveis que você já viu!

A Stiloinox pensa não só na sua churrasqueira, mas na experiência do seu churrasco! De sistemas de elevação e iluminação a acabamentos sem iguais, a Stiloinox é a melhor opção para quem quer fazer mais!

Solicite um orçamento sem compromisso pelo Whatsapp (47) 9183-1042 ou e-mail alan@stiloinoxchurrasqueiras.com.br

Diferente das carnes comuns, para assar o coração de galinha você pode abusar dos temperos!

Em uma tigela grande coloque os corações (aproximadamente 1kg) com 2 colheres (sopa) de vinagre balsâmico, 2 colheres (sopa) de orégano, 3 colheres (sopa) de salsinha verde picada, 6 dentes de alho triturados, pimenta do reino, sal à gosto, 2 colheres (sopa) de azeite e 200 ml de vinho branco. 😀

Deixe marinando os corações e o tempero na geladeira por no mínimo 3 horas. O ideal é deixar de um dia para o outro.

Monte os espetinhos para fazer na churrasqueira e leve ao fogo, girando sempre de todos os lados, até que estejam douradas. Vale a pena, sempre que possível, molhar os corações no molho da marinada para garantir sabor, bronzeado e maciez.